Olá! Quem é você?

Automaticamente, quando nos fazem essa pergunta, o que é que você responde? A maioria das pessoas falam sobre nome, idade, profissão, casada ou não, quantos filhos .... e por aí vai. Mas, esses dados não dizem 'quem é você', e, sim o que você faz. Conversando com um gentil porteiro, o qual rotineiramente encontro uma vez por semana, disse que não conseguia decorar o seu nome. O mesmo riu e disse que quase ninguém lembra, e que nem ele gosta do seu próprio nome. Falou ainda que não sabe o que significa. Foi aí que eu o tornei inesquecível, pois disse a ele: não importa o significado que o seu nome tem, e sim o significado que o seu ser imprimi nesse nome! Quem dá significado a nome somos nós e nosso legado! Ele sorriu e com certeza voltou reflexivo para sua cabine, pois a partir daquele momento percebeu que pouco valorizara o nome que acompanhava aquele homem trabalhador e gentil. Nós, mães, em geral, quando nos perguntam nosso nome, respostas como: Sou Luciana, mãe da Ciça e do Rafa, esposa do Caco, musicoterapeuta e educadora musical.... Hoje consciente de que as referências que fazem quem eu sou, não podem depender de outras pessoas, ou profissão, mas sim, do que eu acredito e defendo. Então, quando me perguntam, eu respondo:


Sou uma pessoa que ainda acredita na humanidade; que ainda acredita que o ser humano é essencialmente bom; que acredita na pureza dos que querem ajudar, até que me provem ao contrário. Sou uma pessoa que gosta de estudar, e que acredita na profissão musicoterapia. Sou uma pessoa que acredita em Deus como o Ser Supremo de todo esse Universo. Que acredita na família e no amor genuíno desta. Sou uma pessoa que almeja ser uma boa mãe para Ciça e para o Rafa. Sou uma pessoa que já viveu mais de trinta e espera viver mais, sendo um ser humano, hoje melhor que ontem. Sou Luciana S S Lopes.

E você? Quem é?


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo